‘Revistando o Teatro de Revista’ ganhará nova adaptação em 2018

Por Júlia Zaremba

O espetáculo “Revistando o Teatro de Revista”, de Neyde Veneziano e Perito Monteiro (1940-2002), encenado pela primeira vez em 1988 no Brasil, ganhará uma nova versão. A estreia está prevista para 2018 em São Paulo, em teatro ainda não definido.

A montagem manterá a estrutura de teatro de revista, que consiste em vários esquetes independentes entre si que abordam de forma satírica temas sociais e políticos da atualidade. O modelo teve o seu auge no país na década de 50.

“Foi o gênero que melhor encarnou a ideia que o Brasil tinha de si mesmo”, diz Veneziano, que já escreveu cinco livros sobre o tema e irá dirigir o musical. “O país mudou bastante em 30 anos, então teremos de fazer ajustes, mas mantendo seu formato, que é brilhante e capaz de agradar a todos os públicos.”

Haverá novos quadros em relação à montagem anterior, que ficou dois anos em cartaz e ganhou mais de 15 prêmios.

Alguns deles irão dialogar com os do passado. “Personagens clássicos do gênero, como o português, o caipira e a mulata, irão se chocar com a atualidade, gerando comicidade à peça”, conta ela. “Por exemplo, o português vai procurar um bacalhau para comer e cairá em uma temakeria.”

Neyde Veneziano, diretora do espetáculo

Também serão acrescentadas mais canções ao espetáculo, que terá duração de cerca de uma hora e meia. Segundo a diretora, a ideia é que todas sejam originais, assim como as que já fazem parte da trilha.

A atriz Ângela Vieira, de acordo com Veneziano, deverá integrar o elenco. Serão realizadas audições para a escolha dos 22 atores que darão vida a mais de cem personagens. A equipe criativa, por enquanto, só tem um nome definido: Rogério Falcão, que ficará responsável pelos cenários.

“Nada contra os musicais da Broadway, mas acho que, paralelamente, podemos retomar tradições em uma versão mais atualizada”, afirma Veneziano. “Temos que resgatar a identidade do teatro de revista.”

A diretora também planeja realizar uma exposição sobre vedetes, personagens clássicas do teatro de revista, junto com o espetáculo. Na mostra, deve exibir o documentário que gravou sobre o tema, “Mamãe, Quero ser Vedete”, que ainda não foi lançado.


Clique aqui para receber as novidades do blog por e-mail.

Sugestões, críticas ou dúvidas? Envie para musicaisemcena.folha@gmail.com

Siga também a página pelo Facebook e pelo Instagram @musicaisemcena